sexta-feira, 8 de abril de 2011

Onde encontrar forças




Meus queridos leitores, é com muita lamentação que escrevo esta coluna, pois nela, recordaremos cenas tristes ocorridas no Colégio Tasso da Silveira no Rio de Janeiro - RJ, onde aconteceu a inédita tragédia de Realengo, protagonizada pelo desequilibrado ex-aluno Wellington Menezes de Oliveira.

Meu propósito aqui não é mexer com sensacionalismo, nem mesmo nada parecido, meu propósito com esta matéria, é fazer o que sempre foco fazer aqui, que é, levar forças através do pensamento positivo para a superação.

Caso como esse é raro de ocorrer, mas quando acontece se transforma em uma contagiante dor em todos os lares. Recordo aqui, o caso da menina Isabela, atirada pela janela de seu apartamento em São Paulo - SP, perdendo a vida em uma circunstância também bastante incomum. A dor desse sentimento atinge o fundo da alma, fazendo de nós, vitimas de nossos próprios medos.

Envolvemos-nos com a dor alheia, nos disponibilizando a doar nossos mais sinceros sentimentos, quem sabe assim, magnetizando uma energia positiva, para que as famílias envolvidas possam ter mais conforto em suas dores. Fazemos isso meio que por osmose, motivados pelas informações jornalísticas, que nos mantém informados de minuciosos detalhes dos fatos.

Repercussão mundial

Este ocorrido tomou proporção mundial, lembrando casos como o “ataque de Columbine High School” em 2007, onde o estudante sul-coreano Cho Seung-Hui em um ataque de fúria, matou 32 pessoas, realizando o maior massacre da história em universidades dos EUA. Naturalmente, acontecimentos como estes tomam formas grandiosas, fazendo da área da comunicação, o nicho de grandes ganhos, apresentando como podem o que há de mais inédito. Porém, não podemos esquecer que são estes profissionais que levam até nossas casas o que buscamos entender! Posso citar excelentes coberturas de profissionais que já conquistaram minha apreciação, como é o caso dos jornalistas: Rodolfo Schneider e Ricardo Boechat, que interrompem uma entrevista, quando acham que o entrevistado chegou ao seu ponto razoável de disponibilidade sentimental. Não posso deixar de citar também, a inteligente Lucia Hippolito, que demonstra sempre muita sinceridade em suas colocações, assim como, o simpático Alcelmo Gois e suas surpreendentes maneiras de dar notícias. Naturalmente que existe uma lista incansável de profissionais da comunicação, que merecem todo nosso carinho e apreciação, mas que neste momento, peço mil desculpas por deixa-los de fora desta postagem.

Cenas como as ocorridas no Colégio Tasso da Silveira, em Realengo, chocam nossos mais sinceros sentimentos, nos transportando para um mundo que amarga nosso modo de viver.



Um herói no grito da dor

Antes de reforçar sentimentos de superação, eu gostaria de homenagear o GRANDE herói desse acontecimento, o Sargento Alves (Márcio Alexandre Alves) da Polícia Militar do Rio de Janeiro e sua equipe, que interrompeu o episódio do massacre que poderia tomar proporções muito maiores. “Um forte abraço pra você Sargento Alves! Torcemos que sua valentia e ímpeto de atitude plausível, contagie todas as incorporações, e que seja proveitoso seu reconhecimento como profissional, sendo condecorado a sub-tenente, que ainda é pouco diante da sua ação.”



Realengo, um bairro histórico

O bairro de Realengo teve seus primeiros povoadores, escravos e emigrantes portugueses da Ilha dos Açores, por ordem do Príncipe Regente Dom João, futuro Dom João VI. Ao chegarem se dedicaram à agricultura para pastagem levando produtos como açúcar, rapadura, álcool e cachaça, pelo porto de Guaratiba. Segundo sua história, o nome deste bairro foi originado do "Real Engenho", tornando-se então "Realengo". Uma linda história da nossa cultura, interferida por uma lamentável cena de terror neste ano de 2011.



Onde encontrar forças:

Nesse momento, todos estão perplexos diante do ocorrido, mas logo temos que superar estes sentimentos de angustia, que nos deixam sem chão. Temos que transformar uma floresta em uma árvore, e depois de mudado este sentimento, transformarmos a árvore em uma floresta! Eu explico como: Após um ocorrido desta magnitude, formamos em nossa mente uma espécie de escudo, bloqueando qualquer possibilidade de acreditarmos em um sentimento melhor! Assim, transformamos o sentimento de perda, mágoa, revolta, medo e tristeza, em uma única lacuna, a lacuna da incerteza. Com a incerteza tomada em nossa mente, proporcionamos a abertura de um canal mental, absorvendo somente coisas ruins! Formando assim uma floresta negativa.

A floresta negativa: A floresta negativa é o apanhado de informações destrutivas, caracterizadas pela dor. Para que nossos sentimentos possam tomar caminhos diferentes, temos que neutralizar estes sentimentos um a um, como se neutralizássemos cada árvore desta floresta negativa, até chegarmos a uma só árvore, ou seja, um só sentimento, que é o sentimento da superação!

Superação: A superação é o estágio onde elevamos nossos sentimentos a alcançar outros resultados, desta vez sendo positivos! Podemos chamar diante deste exemplo, que a superação é uma árvore frutífera, onde nos levará a colheita de novos horizontes.

A árvore e a floresta positiva: Ao alcançarmos a chamada árvore da superação, temos que colher novos sentimentos, novos feitos, novos sentidos para vida. Temos que focar em coisas boas, em sentimentos bons, em lembranças boas! Temos que acreditar que dores como estas, são necessárias para o nosso crescimento, para a nossa evolução da alma. Cedo ou tarde, todos nós um dia iremos para o mesmo lugar! É obvio que fatos como estes afetam a lei natural da vida, mas quem somos nós para discutirmos o que o Universo nos impõe? Temos que acreditar que as crianças atingidas fazem parte da manobra do Universo para levá-las a um lugar melhor! Costumo repetir a frase que diz: Se você acha que pode, você pode! Se você acha que não pode, você também está certo! Somos o que pensamos!! Alimente sua nova floresta de coisas boas! Acredite nisso e ela (a sua floresta boa), se concretizará.

Meus mais sinceros votos de superação para todas as famílias atingidas com essa dor. Meus mais fortes sentimentos de bons fluidos para as vitimas fatais deste episódio trágico: Larissa dos Santos Atanázio, Mariana Rocha de Souza, Luiza Paula da Silveira Machado, Samira Pires Ribeiro, Karine Lorraine Chagas de Oliveira, Géssica Guedes, Laryssa Silva, Ana Carolina Pacheco, Milena Santos Nascimento, Igor Moraes da Silva, Rafael Pereira da Silva e Bianca Rocha Tavares. Que o Universo faça de vossas almas um pássaro branco a voar.

Beijo no coração de todos!

Marcos Angelo

7 comentários:

ESHYLA disse...

Dizer que seus escritos são bons é muito pouco, uma vez que não encontro palavras para qualificar teus textos, não pense que estou sendo demagoga, pois eu amor ler o q você escreve e me questiono de onde você tira esses textos. Mais uma vez parabénsssssssssssss você tem o dom de nos dá força para seguir a diante por meio de seus textos. bjs e muito sucessoooooo.

Ana Paula Costa disse...

Oi Marcos Angelo.
Muito bacana as suas colocações.
Quando somos crianças,nos ensinam várias coisas, menos a lidar com a morte. Mas como você mesmo disse, mais cedo ou mais tarde partiremos. Eu perdi meu pai,mas quando olho pra minha mãe, não quero pensar como será.Imagina pra quem tem filhos??? Principalmente quando esses anjos são levados dessa forma. Pra mim existe sempre um porque. Mas na prática,é bem diferente. Somos humanos, repleto de sentimentos.Acho que pra quem põe em prática atitudes nobres, terá que se esforçar muito.Para aqueles que não ligam pra fé, estes nem sei o que pode acontecer.Precisamos de orações diárias, bons pensamentos e atitudes também, com ou sem tragédias,pois nunca seremos informados do que acontecerá daqui a 5 minutos....
Que DEUS esteja no coração de cada um de nós e ilumine os familiares dessas crianças ...

Marcia disse...

Querido Marcos, realmente um fato como esse só nos ergue através de um entendimento de que o Universo é sábio e que nós estamos a toda hora em prova de fé e positividade.
Que bom termos voce para botar em palavras a sabedoria de respeito ao Universo e ao pensamento positivo, pois é a nossa cabeça que comanda nossas ações.
beijão
Marcia Kaplun

Claudio Vilarins disse...

sempre positivo. que estas vibrações sejam alcançadas por cada familiar das vítimas.

Janeth HAHN disse...

Oi marcos
bom vc ter falado sobre esse assunto que infelizmente deixou todos perplexos
com tamanha crueldade que essas crianças inocentes foram mortas sem siquer uma chance de
defesa,foi um choque pra todos nós ver essas cenas
o que nos faz parar e pensar...até onde vai a maldade do ser humano?
acho que nunca vamos ter essa resposta!!!! mas não podemos perder as esperanças !!!

mas infelizmente esse rapaz( wellington) tambem foi uma vitima, que se tivesse tido ajuda adequada
talvez nada disso teria acontecido! acho que isso serve tambem como alerta pra muitas familias que muitas vezes
percebem que um familiar tem um comportamento estranho mas não são capazes e tomar nenhuma iniciativa
pra procurar ajuda adequada
fico muito claro que esse rapaz era um doente mental !!! que se tivesse alguem que ao envez de só criticar o
comportamento estranho dele tomasse uma iniciativa de levar ele a um profissional pra ajuda-lo com certeza
o final dessa historia seria outra!!!
deu pra preceber que ele estava completamente fora da realidade,e pelo que eu acompanhei ele ja demostrava sinais
de um doente mental a muito tempo, des do tempo que ele estudava nessa mesma escola
e agora eu pergunto... sera que ninguem percebeu isso? acho que é impossivel !!
espero que isso sirva de alerta,e que as pessoas passem a prestar mais atenção no seu proximo e tentem ajudar
talvez assim se pode evitar muitas outras tragedias como essa!

mas como vc disse temos que cultivar nossa árvore e a floresta positiva
temos que continuar Alimentando novas florestas de coisas boas
e cada um fazer a sua parte,ajudando o seu proximo!! e lutar por um mundo melhor!!!
acho que o caminho é muito simples,basta seguir o que disse jesus..
AMAI-VOS UNS AOS OUTROS ASSIM COMO EU VOS AMEI..

marcos ,é muito bom ter sua palavras nessas horas,tenho certeza que muitos assim como eu
se sentem amparados em suas palavras tão sábias,que sempre nos ajudam e nos confortam.
obrigado meu querido! bjossss

Anônimo disse...

Excelente colocação.

Boa semana.


Débora Regina.

Michelle disse...

@MarcosAngeloRJ li algumas matérias do seu blog, muito bom!!É um privilégio ter un 'follower'como vc!

Postar um comentário