quarta-feira, 27 de junho de 2012

Isso é fantástico


Hoje vivenciei uma passagem fantástica! Fui ao Centro da Cidade (RJ) para um compromisso de trabalho, próximo do estacionamento onde deixei meu carro, assisti uma cena pra lá de gostosa de se ver, sendo um exemplo de amor que quero dividir com vocês, como cito abaixo.

Passei por uma carroça de um catador de papelão, daqueles que passam pelas ruas, sobrevivendo da simplicidade! Na carroça já cheia de papelão, dando a sensação de "fartura" diante da perspectiva de vida que se espera daquela comum classe social, haviam simplesmente 6 (seis) cães brincando sobre os papelões.

Não resisti a cena, fiquei parado sem ação por alguns instantes, sentindo aquela energia boa, de alguém simples, com uma riqueza invejável de amor, que com toda certeza dividi com aquelas almas caninas.

Ainda meio paralisado, entrei mentalmente na brincadeira daqueles cães, que pulavam um por cima do outro, como se fossem 6 (seis) crianças felizes.

Daí tive a idéia de registrar aquele momento, pedindo ao catador de papelão para me permitir tirar uma foto de seus cães.

Registrei aquele momento com uma foto do meu celular, mas a foto não chegou nem mesmo perto do brilho que registrei na mente, em vivenciar aquele momento.

O que vi: "vi o amor em movimento; vi aqueles cães felizes, talvez com uma felicidade que não seria a mesma, sendo em um palácio cercado de riqueza material; vi um homem simples, curtindo seus cães que com toda certeza preenche seu coração de amor; vi um objetivo alcançado, ao notar que a carroça estava preenchida de papelão, fruto de um trabalho que faz parte da vida deles; vi o resultado de uma união formada por um homem que com o fruto de um suado trabalho, consegue alimentar 6 (seis) cães, mantendo-os ao seu lado; vi que para ser feliz, basta estar satisfeito com o que tem; vi que não é de riqueza material que se forma uma família feliz, pois ali com toda certeza estava uma família feliz."

Saí dali certo de que ao voltar pra casa, encontraria meus cães alegres como sempre em me receber, encontraria 2 (dois) cães de raça (um bulldog americano e uma chow chow), que estão sempre alimentados, em cama quente, que passeiam na praia, que andam de carro com ar condicionado, que comem duas vezes por dia, mas que não são superiores em matéria de amor, pois aqui em casa, recebem o mesmo carinho que aqueles 6 (seis) cães recebem daquele desfavorecido (financeiramente) homem catador de papelões.


Ao voltar de meu compromisso, encontrei a cena desta segunda foto, todos dormiam com ar de felicidade, inclusive o homem, que preservei fora das fotos tiradas, pois um dia ele pode estar entre nós, quem sabe nos fornecendo embalagens de papelão, ou quem sabe nos ensinando o que é o verdadeiro amor!

Pensem neste texto com carinho, façam uma reflexão de suas vidas, vejam se mesmo com as "pequenas" dificuldades que passamos, conseguimos separar um espaço para o amor ao próximo.

Beijo no coração de todos!

Luz e paz.

Marcos Angelo

Vejam essa e outras mensagens positivas em meu blog motivacional: http://marcosangelorj.blogspot.com

4 comentários:

MultiBusca Imóveis disse...

Que lindo!!
Como sempre você muito sensível a tudo que acontece no seu caminho. Obrigada por partilhar este momento contigo e fazer parte de sua vida.Você capta o mundo ao seu redor sempre com muita sabedoria, amorosidade e sensibilidade; traduzindo tudo em uma grande Poesia.

Sua Manu.

RenataBPaula disse...

Por isso que te chamo de Mestre, nas pequenas coisas, nos ensinando a cada dia dar valor nas coisas.

Beijo no seu coração.

Ana Paula Costa disse...

O dinheiro não traz felicidade, mas ajuda...Não adianta, temos que buscar dentro de nós mesmos a verdadeira felicidade e valorizar as pequenas coisas que acontecem em nossas vidas, agradecer a Deus, sempre e não potencializar esse mundo consumista em que vivemos..
Beijão!

Janeth HAHN disse...

Que lindo Marcos,são essas pequenas coisas que dão sentido a vida da gente né,saber que podemos ser felizes e contentes com o que temos!
achei lindo seu gésto e a sensibilidade que teve devidindo com todos essa cena que muitas vezes é ate corriqueira,que quase sempre passa dispercebido por nós,mas nôs dá grandes exemplos que é uma lição de vida! bjossssss

Postar um comentário